DW AngolaOnline Library

Online Library

DIA DO PAI, MARCADO COM TEMA DE REFLEXÃO SOBRE PATERNIDDE RESPONSÁVEL

Friday, 1 March, 2019

Comemorado sob o lema: “Pai Presente, Família Feliz e Paternidade Responsável, o dia internacional do pai, na Província do Huambo, foi saudado com a realização de uma palestra de reflexão, sobre a Paternidade Responsável, brindada pelo Pastor Afonso Dumbo, que destacou a importância da paternidade no desenvolvimento da criança e aconselhou aos presentes a observarem 4 princípios importantes no exercício da paternidade responsável (ser exemplar, buscar equilíbrio entre a amizade e autoridade, participação na vida do filho e a conquista de um espaço no seio da família).

Teste do menu

Friday, 22 February, 2019

teste

Biodiversity of Angola

Friday, 22 February, 2019

Angola possesses an unusually rich diversity of ecosystems and species,
but this natural wealth is poorly documented when compared with other countries in
the region. Both colonial history and extended wars challenged progress in biodiversity research and conservation, but since peace was achieved in 2002 a rapidly increasing level of collaboration between Angolan and visiting scientists and institutions has seen a blossoming of biodiversity research. The absence of comprehensive reviews and syntheses of existing knowledge, often published in extinct journals and inaccessible official reports, necessitates a modern synthesis. This volume brings together the existing body of scientific results from studies on Angola’s landscapes, ecosystems, flora and fauna, and presents an outline of opportunities for biodiversity discovery, understanding and conservation as well as collaborative research.

Climate change scenarios for Angola: an analysis of precipitation and temperature projections using four RCMs

Thursday, 14 February, 2019

According to the recent Intergovernmental Panel on Climate Change assessment report (IPCC, 2013), climate change is expected to intensify regional differences in
Africa’s natural resources and worsen the vulnerability of the continent due to increasing temperatures and significant changes in precipitation regimes. Some studies show that changes in climate are already being observed in Africa (e.g. New et al., 2006; Christy et al., 2009; Sarr et al., 2013; Kusangaya et al., 2014). In particular, a trend towards an increase in temperature (e.g. Kruger and Shongwe, 2004) and a decrease in annual precipitation (Zengeni et al., 2014) has been recorded from meteorological stations in the southeastern coast of South Africa, during the last decades. Moreover, increasing trends in extreme precipitation
events have been found in those regions that have shown an overall decrease in annual precipitation (IPCC, 2013).

Conspicuous Consumption in Africa

Wednesday, 9 January, 2019

Relatório Final da Sustentabilidade da Organização Sociedade Civil em Angola

Monday, 7 January, 2019

A economia de Angola continuou a lutar em 2017. Uma vez que o petróleo representa cerca de um terço do PIB do país e mais de 95% da sua exportação, o declínio acentuado e prolongado do preço global do petróleo desde os meados de 2014 teve um impacto significativo. A receita reduzida fez com que o crescimento do PIB desacelerasse de uma média anual de 10,3% em 2004-2014 para apenas 1,5% desde 2015. O governo respondeu, reduzindo às despesas, desvalorizando o Kwanza e aumentando as receitas do sector não petrolífero. No entanto, os angolanos continuaram a experimentar uma deterioração acentuada das suas condições de vida em 2017, incluindo a falta de medicamentos nos hospitais, a depreciação dos salários, aumento do desemprego e as constantes flutuações no fornecimento de água e da energia eléctrica.

Delegada da união Europeia constata o andamento do Projecto de Gestão de Terras

Saturday, 1 December, 2018

A informação é um processo integral e promissor de uma sociedade para a sua formação e desenvolvimento, por isso é com muito gosto que retrato este espaço do j o r n a l Ondaka pois que é um meio de comunicação c o m bastante relevância, visto que elabora uma síntese d e informações decorrente na sociedade Angolana em particular na província do Huambo. 

ÁGUA E SANEAMENTO no OGE 2017

Tuesday, 6 November, 2018

O peso do orçamento do sector de Água e Saneamento no OGE 2017 aumentou para 1.6% (com relação a 1.2% no OGE Revisto de 2016), abaixo do nível de 3.5% estabelecido internacionalmente para que os países da África Subsariana alcancem os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) até 2030.

A KixiCrédito Actua Em 17 das 18 Províncias do País

Tuesday, 9 October, 2018

A KixiCrédito actua em 17 das 18 províncias do país e soma mais de 25 mil clientes activos, entre os quais mais de 60% são mulheres. Apesar do crescente sucesso na materialização de milhares de micro negócios sustentáveis em Angola e da sua ética de transparência, a KixiCrédito continua a debater-se com dificuldades no seu financiamento.

Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022

Thursday, 4 October, 2018

O PDN 2018-2022 é o principal instrumento de governação do Executivo, que visa promover o desenvolvimento socioeconómico e territorial do País nos próximos cinco anos. Abrange os níveis nacional, sectorial e provincial e implementa as orientações estratégicas de desenvolvimento assumidas na Estratégia de Longo Prazo (ELP) Angola 2025.

Informal Water Markets and Community Management in Peri-urban Luanda, Angola

Wednesday, 3 October, 2018

The majority of Angola’s peri-urban population still rely on informal mechanisms for water supply. This water is expensive and of poor quality, representing a significant household expenditure for the urban poor. The article uses qualitative tools and tracking of the supply chain to analyze the scope of the informal water economy in Luanda. Marketing water at the local household level involves significant trading in social capital. A financially sustainable model of community water management that builds on this neighbourhood social capital has been adopted by the government for implementation across the country.

Gap Analysis and Action Plan - Scoping Report October 2018

Monday, 1 October, 2018

Angola National Gap Analysis Report of the SADC Groundwater Management Institute. The project entailed a gap analysis for the policy, legal and institutional frameworks for groundwater management at national and regional level. The gap analysis involved a desktop review of existing literature, focus group discussions and a questionnaire that culminated in a regional and country-specific perspective status reports for each SADC member state

SECTOR ÁGUA E SANEAMENTO PROMOVE FORMAÇÃO SOBRE GESTÃO COMUNITÁRIA NO BAILUNDO

Monday, 1 October, 2018

O “Ondaka” traz nesta edição do mês de Outubro maioritariamente notícias relacionadas a água. A água é um bem essencial a vida, principalmente para a preservação do bem-estar do homem. Infelizmente este bem (a água) não tem sido acessível para muitos de nós e em muitos casos quando é acessível, peca pela qualidade que é exigida para a manutenção da nossa saúde. Reconhece-se o esforço do governo e organizações da sociedade civil na colocação pontos ou sistemas de águas em varias comunidades rurais da nossa província, com objectivo de tornar mais acessível a água e promover o consumo de água potável às comunidades. No entanto, a problemática que assola em muitos desses pontos instalados têm a ver com a sustentabilidade, fazendo com que os sistemas de águas instalados não consigam cumprir com o devido tempo de vida útil. Para o efeito, existem modelos criados que visam garantir que os sistemas de água permaneçam funcionais nas nossas comunidades. Porém, estes modelos apenas são eficazes se forem acautelados a participação dos próprios beneficiários na preservação dos sistemas instalados. Há de facto teses que defendem que para haver uma sustentabilidade efectiva do bem (infra estrutura) tem que haver uma participação mais ampla, isto é desde a identificação do problema, no nosso caso específico, desde a necessidade sentida da falta de água pelos próprios beneficiários. Assim urge toda necessidade de criar modelos eficazes que estejam vinculados ao contexto cultural, económico e social.

Temos Ajudado os Bancos a Relocalizarem os Clientes

Friday, 28 September, 2018

A Kixicrédito, operadora de microfinanças em Angola, financiou mais de 400 mil pequenos negócios. Ela completa hoje 13 anos e o seu director executivo faz o balanço ao NJ.

Kixicrédito Financia Mais de 400 mil Pequenos Negócios

Friday, 28 September, 2018

A Kixicrédito, empresa de microfinanças que prima pela inclusão social e económica das comunidades suburbanas e rurais, conta com mais de 25 mil clientes activos em 17 províncias do País e financiou mais de 400 mil pequenos negócios de famílias vulneráveis. Entre os 25 mil clientes, conquistados em 13 anos de existência da Kixicrédito

Projecto de Gestão de terra planifica elaboração de mapas municipais participativos

Saturday, 1 September, 2018

A nossa missão é a de informar os leitores com menor acesso a informação divulgada pelos média oficiais, onde as notícias dos acontecimentos que têm lugar ao nível da comunidade não merecem particular relevo, sobretudo as notícias que relatam os acontecimentos que dizem respeito directamente ao cidadão no local onde habita. Temo-lo feito com maior dedicação, consciente da importância do trabalho que desenvolvemos, e animamos pelo encorajamento que o nosso público-alvo nos tem dado através da procura pelo nosso boletim. O nosso propósito é também o de encorajar outras iniciativas com mesma orientação, que possam contribuir para diversificar ainda mais a informação ao cidadão, pois trata-se de um contributo para o seu desenvolvimento integral e da sua disponibilidade de criar iniciativas que possam resultar na criação de riqueza, através da exploração dos imensos recursos que o nosso território possui. Apesar de ser uma actividade que não é directamente remunerada, desafiamos outros potências actores a acompanhar-nos nesta empreitada, cujos resultados são verdadeiramente multiplicativos. 

Participação das Mulheres no Processo Autárquico em Angola

Friday, 31 August, 2018

Luís Samacumbi, formado em Estudos sobre Paz e Gestão de Conflitos, Liderança e Desenvolvimento, Mestre em Teologia , e Oficial de Programas do Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA) é autor de 7 Livros publicados sobre várias matérias de interesse público. Foi o prelector no Espaço do Debate à Sexta feira da Development Workshop Angola. Ao longo da sua abordagem falou sobre a importância da participação e representação das mulheres na administração local; e alinhará essa abordagem com a Agenda 2030.

http://www.dw.angonet.org/forumitem/participaa-o-das-mulheres-no-processo-auta-rquico-em-angola

Há vários países onde as eleições locais são não-partidárias

Thursday, 23 August, 2018

Director da mais antiga ONG a operar no país, a Development Workshop, especializada em governação local, defende que a ideia de haver eleições autárquicas não partidárias deveria ser mais bem aprofundada por se tratar de um modelo adoptado em quase todo o mundo. É a favor do gradualismo geográfico, na condição de que atinja rapidamente os outros municípios.

O Gradualismo Funcional na Implementação das Autarquias em Angola

Friday, 17 August, 2018

Manuel Armando Ekuikui, Formado em Direito, Deputado à Assembleia Nacional, foi o prelector no Espaço Debate à Sexta feira da Development Workshop Angola, onde abordou questões sobre , o Gradualismo Funcional na institucionalização das Autarquias Locais, por salvaguardar o princípio da universalidade e da igualdade, ambos consagrados pela Carta Magna do nosso país (ver art° 22 e 23).

 

http://www.dw.angonet.org/forumitem/o-gradualismo-funcional-na-implementaa-o-das-autarquias-em-angola

PROJECTO DE GESTÃO DE TERRAS REALIZA ENCONTRO SOBRE DIVULGAÇÃO DA LEI DE TERRAS NAS COMUNAS DO SAMBO E SAMBOTO

Wednesday, 1 August, 2018

Faz um ano desde que os angolanos foram chamados, mais uma vez, para cumprir com um dos seus deveres cívicos, que é de eleger o governo para governar nos próximos cinco anos. Assim o povo angolano fê-lo com esperança que a nova governação, sobre todas as coisas, venha melhorar a oferta de variados serviços sociais básicos aos populares localizados em destintos espaços geográficos do país. Neste primeiro ano de governação afirma-se a existência de indicadores, pese embora não ainda consideráveis, do início ao cumprimento de um programa de grande dimensão direccionado a oferta de serviços sociais básicos às populações, substanciando-se na satisfação de alguns pelo fornecimento de serviços, e vozes de reclamações de outros pela inexistência ou deficiência na prestação de alguns serviços. Nesta edição o Ondaka privilegiou em ilustrar o que está sendo feito pelo governo provincial do Huambo em alguns município do Huambo (Longonjo e Mungo) com objectivo de fornecer dados à sociedade civil sobre o nível de empenho do Governo Provincial no que tange na preocupação em satisfazer as necessidades dos cidadãos. Desta feita, auguramos que muitas outras estão sendo feitas não retratadas nesta edição em vários domínio do desenvolvimento, sobretudo reiteramos a sociedade civil em contribuir no sentido de preservar os bens públicos para que tenham e possam cumprir com o seu tempo de vida útil real.

OPSA - REFLEXÃO SOBRE A INSTITUCIONALIZAÇÃO DAS AUTARQUIAS LOCAIS COMO PARTE DA IMPLEMENTAÇÃO DO PODER LOCAL EM ANGOLA

Thursday, 5 July, 2018

A criação e implementação de autarquias locais e a realização de eleições autárquicas é um processo complexo e sensível em qualquer país, ainda mais
em Angola, dada a realidade política, histórica, mas também a situação económica e financeira que atravessa actualmente. Por ser um processo fundamental, quer para o
aprofundamento e consolidação do Estado de Direito e Democrático, como, principalmente, pelo que significa para o desenvolvimento do país, a prestação de serviços básicos e ganhos em geral para a população, o OPSA entende ser necessário prepará-lo e implementá-lo com toda a seriedade, construindo um entendimento comum e um consenso amplo em relação ao caminho a seguir,
evitando-se deste modo que se criem hesitações por um lado, como exageros e falsas expectativas

Estudo da Linha de Base Projecto de Gestão de Terras

Sunday, 1 July, 2018

O projecto de “Protecção dos direitos de ocupação e uso das terras rurais e peri-urbanas, focalizando as comunidades e grupos vulneráveis na província do Huambo” é enquadrado na linha de projectos de gestão de terra, financiado pela União Europeia a implementar em três municípios da província do Huambo (Huambo, Chicala Cholohanga e Cachiungo), com objectivo de “Melhorar o planeamento da gestão e uso das terras rurais e peri-urbanas nos municípios de intervenção do projecto, dirimindo conflitos, protegendo os interesses das comunidades mais vulneráveis e o ambiente”. Para o efeito, visa levar a cabo a implementação do projecto em três direcções essenciais: a) criar mecanismos participativos de gestão municipal do solo; b) elaboração de mapas de uso e ocupação do solo do município, d) o conhecimento do pacote legal da terra c) adopção de medidas de conservação do solo. O projecto foi desenhado na base na experiência adquirida através da implementação de projectos anteriores. Porquanto os dados recolhidos por vias informais, quer das comunidades, quer das instituições ligadas à gestão das terras, indicavam fragilidades a todos os níveis que limitavam uma gestão mais equilibrada no sentido de contemplar os vários interesses de diferentes grupos que compõem a sociedade, principalmente para as famílias e/ou grupos de famílias vulneráveis com um certo grau de dificuldade no acesso, posse e uso da terras.

Mobilidade Humana em Angola

Friday, 29 June, 2018

Mais de uma década desde que Angola assinou o acordo de paz de Luena em 2002, terminando 30 anos de uma guerra civil brutal que dizimou a maior parte da infraestrutura do país e deixou acerca de 1 milhão de pessoas mortas e 4 milhões deslocados (IRIN 2006). Este período de paz e tranquilidade no país tem vindo como um alívio bem vindo ao continente Africano e ao mundo em geral, dada a destruição, sofrimento e brutalidade que a guerra infligiu ao povo Angolano

GLOBAL URBAN POLICYMAKING IN AFRICA

Tuesday, 5 June, 2018

A burgeoning literature is looking into the processes and actors involved in the
adoption and emulation of best practices and models of urban policy and development in aspiring world-class cities across the globe. It shows how over the past decades cities have become increasingly entrepreneurial, outward-looking and plugged into transnational networks of urban policymaking. This has resulted in the fast-paced circulation of policies, often with the aim of attracting investment and making cities more competitive (McCann and Ward, 2011; Peck and Theodore,2015

A Successful Failed State After All ?

Tuesday, 8 May, 2018

Among African countries Angola stands out as a particularly interesting case
where robust economic growth has occurred despite the country having a relatively
long list of characteristics of a failed state. This has prompted some scholars
to call it “a successful failed state” or “weak but strong”. In 2002 Angola
emerged from the devastating 25-year long civil war and since then has recorded
a burgeoning growth, which only recently came to a halt due to the oil prices collapse. At the same time, Angola is famous for its corruption, lack of transparency
and state capture by local elites. This article seeks to provide a critical discussion
about the Angolan state, with a special reference to its capacity to provide public
goods and finance them. It probes the notion that Angola can be labelled a successful failed state and argues that a perception of the relative success holds only
in the time of favourable external conditions and only when major structural and
institutional shortcomings of the Angolan economy are ignored.

AddThis