DW AngolaWorkshop Urbano sobre Igualdade de Género em Luanda

Workshop Urbano sobre Igualdade de Género em Luanda

26/03/2015

Aos 26 dias do mês de Março de 2015, realizou-se, no Auditório do INAC em Luanda, o Workshop de reflexão sobre o impacto das políticas da promoção da igualdade e equidade do género nas zonas peri- urbana. O encontro, promovido pela Development Workshop, em parceria com as Redes de Desenvolvimento do Género de Cazenga, Sambizanga, Kilamba Kiaxi, Viana, contou com a presença de Representantes das Administrações, distritais e Municipais de Luanda; Representante dos Ministérios nomeadamente: MINFAMU, Comercio, MINARS respectivamente, bem como representantes das corpo das Embaixadas dos Estados Unidos da América, Noruega, e Suécia, representantes da USAID, representante do grupo das Mulheres Parlamentares, representante da OMA representante das organizações da Sociedade Civil, representantes das igrejas, Instituições académicas, as medias nomeadamente: Angop, Zimbo TV, TPA, UNIA e RNA e pessoas individuais da comunidade.

 

O encontro teve como finalidade:

  • Avaliar e Analisar o impacto das politicas da promoção da igualdade e equidade do género, na vida das mulheres nas zonas peri- urbana de Luanda, tendo em conta os actuais constrangimentos e os próximos desafios. 

O evento contou com a presença de 85 participantes, e teve como mestre de cerimónia
Sra Teresa Quivienguele e Margareth Nanga esteve a cargo de Moderadora do Evento. A mesa de presídio para abertura do evento foi composta por Sr. João Domingos, Gestor do Sector de Governação da DW, ladeado pela Sra. Serafina Miguel, Deputada e pela Sra. Manuela Amaral Representante do Ministério do Comercio.

Foram abordados vários temas relacionados com a igualdade e equidade do género, a destacar:

  • Igualdade do género para um desenvolvimento sustentável nas zonas peri urbanas de Luanda, pela Sra Delma Monteiro Consultora Independente;
  • Lei contra violência Domestica e sua aplicação, pelo Dr. Pedro Caparacata
    Advogado;
  • Direitos sócio-económicos das mulheres, pela Dra. Constância Sousa da Kixi-crédito

As apresentações dos temas foram seguidas de uma sessão de perguntas e respostas
que permitiram uma interacção produtiva entre os participantes que no final chegaram as seguintes conclusões e recomendações:

Conclusões

  • Os órgãos da comunicação social, no âmbito da sua função, deveriam estabelecer dentre as suas prioridades a divulgar a informação sobre a lei contra violência doméstica, visando a transformação da consciência dos cidadãos a tomarem a peito as questões do género.
  • As igrejas no âmbito do seu papel de evangelização, tem a responsabilidade de mobilizar e sensibilizar as famílias de poderem tratar questões de igualdade e equidade do género, olhando as responsabilidades de cada um no seio da família.
  • O Estado, e fundamentalmente os deputados da Assembleia Nacional devem no âmbito das políticas de promoção do género, levar uma discussão alargada sobre a actividade de venda das mulheres que estão no sector informal.
  • Há necessidade de se reforçar as capacidades técnicas institucionais a nível dos municípios, na perspectiva do género, realizar acções de advocacia e sensibilização para promoção de igualdade e equidade na perspectiva do género.

O MINFAMU é encorajado a estabelecer uma relação alargada com organizações da sociedade civil e vários departamentos ministeriais igrejas, no sentido de divulgar com mais abrangência a lei contra violência domestica e a sua aplicabilidade.

Ana Campos - Apresentação dos Objectivos do Workshop

João Domingos - Sessão de Abertura
 

Delma Monteiro - Igualdade do Género para um Desenvolvimento nas Zonas Peri Urbanas de Luanda

Pedro Kaparacata - Lei Contra Violência Domestica e Sua Aplicação



Constância Sousa Silva - Direitos Sócio-Económicos das Mulheres






  

AddThis